Ilan Kruglianskas sempre teve um olhar curioso pela vida.

Aprecia uma boa trilha na mata, um rio, uma cachoeira.

Gosta de conhecer gente e lugares exóticos.

Essa curiosidade e seu trabalho com sustentabilidade já o levou a vários países, paisagens, vilarejos e encontros com personagens dos mais variados. Nativos, artistas famosos, políticos, monges, padres e rabinos, famílias simples e outras ricas, seres exóticos. E essa viagem por pessoas e paisagens o levou a escrever.

Até que, em abril de 2014, surgiu o “Me Tirem Daqui”. Em uma viagem pela Tailândia, Malasia, Sumatra, Aceh, Mianmar terminou na cadeia.

Uma viagem que começou tão empolgante quanto todas as anteriores:  cenários novos, costumes inimagináveis e toda sorte de descobertas geográficas e culturais que a Ásia oferece.

A falta de um carimbo em seu passaporte fez com que fosse preso e tivesse que lidar com todas as restrições da vida carcerária.